Avançar para o conteúdo

Andamos sempre tão acelerados, num movimento frenético constante para chegar a todo o lado e cumprir as várias tarefas diárias ou, mesmo, quando se trata de, simplesmente, materializar sonhos e dar palco a muitas das novas ideias e projetos que nos nutrem, certo, mas a que custo?

Implementar as várias propostas é uma coisa, exigir de nós de tal ordem ao ponto do desgaste e dos sintomas (físicos, mentais, emocionais ou espirituais) serem, sem dúvida, uma das métricas presentes, é outra.

Damos prioridade ao “fazer” e ao “manifestar”, alimentando toda esta energia Yang de frenesim, em prol de acolher as nossas próprias necessidades e o nosso real bem-estar, mas (e volto a perguntar) a que custo?

A verdade é que mesmo quando se trata de nos envolvermos em projetos lindos, que nos nutrem e preenchem a vários níveis, sem nos apercebermos, estamos a ser movidos pelas mesmas matrizes sociais e de um inconsciente coletivo que apenas visa corresponder às expectativas daquilo que acredita ser a versão de mulher/homem ativo, independente e “de sucesso”, ou seja, “alguém que está envolvido em várias frentes”… Ora, no meio de tudo isto, é fácil distrairmo-nos de nós e da Vida em si, é fácil cair no desrespeito pelos nossos próprios ritmos e necessidades!

 

Cheguei a uma altura da Vida em que entendo a importância (e a necessidade) de uma das maiores sabedorias: a de dar-me ao mundo sem me desgastar de mim – porque é maravilhoso manifestar sim, até porque porque Somos Cocriadores e temos a capacidade de fazer muita coisa fluir, mas mais INCRÍVEL será fazer tudo isso sem “passar por cima de nós”, em vez disso, aprendendo a agir desde um ponto de maior equilíbrio e respeito entre o tanto que temos para dar e a importância de manter o alinhamento aos ritmos da Natureza e da Vida que Habita dentro de cada um de nós. 

E é essa a proposta deste Retiro – o convite para um grande e profundo Mergulho Interno, para comece um novo ciclo de consciência e de energia em Ti.

Estamos aqui para te apoiar nesta maravilhosa jornada que é a Vida… Junta te a nós!

Programação

Sexta-feira, 13 de Maio

18h – Boas vindas/receção – acomodar os nossos pertences no quarto

19h – Acolher o grupo

20h – Jantar do Este

21:30 – Cerimónia do Fogo (c/ Cânticos, tambores e boa energia como palco) 

22:10 – Recolhimento

 

Sábado, 14 de Maio

8:15h – Pranayama Yoga & Meditação – Abertura de Intenções

9:30h – Peq. Almoço

11:00h – Mergulho interno – práticas profundas de um voltar para Dentro.

13:00h –   Almoço do Norte

15h00 – Renascimento – o verdadeiro Despertar da Alma, from pre-conception to life itself

17h15 – Pequeno snack

18:30h – Sunset Heart Meditation

20:00h – Jantar do Oeste

21:30h – Orquestra da Lua cheia

22h10 – Recolhimento

 

Domingo, 15 de Maio

8:15h – Yoga & Riso – o Culto da Alegria Interna

9:30h – Peq. Almoço

11:00 – O Eu no Mundo Externo – Comunicação e Relacionamentos sem me perder de mim. Yin e Yang Dance 

13:00 – Almoço do Sul

14:30h – Meditação Ancestral do Som

16:00h – Fecho.

  Partilhas finais.

Dia 1:

Este dia será um dia de celebração por nos estarmos a permitir dar este passo POR e PARA nós. Será um reset da alma para (re)começar este novo ciclo que queremos viver. 

Faremos uma receção e um pequeno passeio por todo espaço, que é lindo, imerso na natureza e tranquilidade que esta quinta nos oferece.

Para terminar o dia, depois de um jantar repleto de iguarias e partilhas, faremos uma celebração ao Fogo, que nos irá reconectar às nossas origens, à nossa simplicidade e à alegria interna que sempre habitou o nosso Ser. 

 

Dia 2:

Começamos o dia com uma prática de pranayama (Respiração Consciente), com posturas de yoga para despertar o nosso corpo físico e com uma meditação que nos sintonizará desde aí a uma intenção interna e à permissão de nos abrimos verdadeiramente a esse pulsar.

Depois do pequeno-almoço a prática será mais profunda – um mergulho interno que nos (re)conectará à beleza do nosso sentir e dos próprios ritmos internos, integrando e compreendendo sob outro prisma as necessidades do Self.

“Redescobrir e acolher o nosso mundo interno antes de nos voltarmos para todo o mundo externo” será tema-chave para as práticas reveladoras desta manhã.

No princípio da tarde e depois de um belo almoço, daremos início a um lindo processo de renascimento, acolhendo as verdadeiras propostas da Alma e trazendo à prática “o equilíbrio entre o estar bem e em respeito por dentro e o dar o melhor ao mundo lá fora, sem me desrespeitar”.

Para finalizar a tarde, nada como um pequeno passeio até ao pôr do sol, altura em que abraçaremos a Heart Meditation em total entrega e conexão entre a natureza e Os elementos – será um fechar dos olhos da mente para abrir os olhos da Alma e do Coração, integrando o tanto que vivemos neste primeiro dia e o seu poder de transmutação.

O Jantar terá um momento surpresa com muita alegria e Partilhas.

 

Dia 3:

O dia inicia-se entre Yoga e Riso, dando asas a despertar e a cultivar a alegria no mais profundo do teu Ser.

Depois do pequeno-almoço chega O meu Eu no Mundo Externo – uma prática entre “Comunicação e Relacionamentos sem me perder de mim”, que culminará na Yin e Yang Dance para mexer com as nossas raízes e energia, numa catarse explosiva de sentimentos e projeções.

Para finalizar este fim de semana, pós-almoço iremos presentear-te com a Meditação Ancestral do Som, uma meditação repleta de vibração e de Sons Ancestrais, que funcionará como uma massagem celular ativando cada uma das tuas células e realinhando todo o teu corpo energético físico, mental, emocional e espiritual, interligando-os no UM que são. Será uma excelente viagem e oportunidade de ainda maior integração de todas as aprendizagens que recebeste ao longo destes dias.


Desde já, um enorme Obrigada por estares desse lado e te PERMITIRES a esta profunda imersão connosco.

Com Amor,

Lisa & Nuno