Sabias que o cérebro humano tende a focar mais na negatividade do que no positivo? 

Mesmo que apenas uma pequena percentagem do teu dia tenha corrido mal (por exemplo, 2%) e 98% desse dia tenha sido bom, tu irás para casa a remoer o que aconteceu naqueles 2% e isso será a tua partilha, o teu foco. É por isso que os telejornais só mostram “assuntos negativos” – porque é isso que vende (falam de “guerra de audiências”, certo?). E tu, inconscientemente, alimentas isso!

Nesta conjuntura atual, a tv tem rodado notícias acerca da covid-19 e disseminado a cultura do Medo – o que baixa a vibração das pessoas (e isso sim, ainda enfraquece mais o nosso sistema imunitário e o emocional). 

Claro que a situação é real. Que o vírus é contagioso. Que os hospitais estão sobrecarregados e não têm mais recursos. Que os números continuam elevados. Que os médicos e enfermeiros estão esgotados. E tudo isso é preocupante! No entanto, a taxa de recuperação da população mundial aponta para cerca de 98%… Porque andamos nós só a focar, a toda a hora, nos 2% e a “desperdiçar” energia quando a podemos redirecionar sabiamente?


Se tudo isso é real, também é real que existem famílias inteiras que ficaram sem sustento. Pais e mães no desemprego, com filhos pequenos em casa. Pessoas que, de repente, foram apanhadas de surpresa numa situação de carência – até no que toca ao alimento… E PRECISAM DA NOSSA AJUDA. Da nossa AÇÃO. Da nossa MÃO. 


Mais do que desesperar em casa, TU podes AGIR e AJUDAR – e foi assim que surgiu o movimento Estende a TUA Mão.
Ele nasceu na simplicidade e é precisamente aí que se pretende manter.
Não tem qualquer pretensão, para além daquela de nos levar à PRÁTICA, porque é na prática que a Vida em si acontece. É no movimento. É no Respeito pelas diferenças de todos e na entre-ajuda real.

Só vos posso dizer que, e apesar de ter tantos filhos, tenho feito sempre voluntariado por onde passo, pois também é a DOAR DE MIM aos outros, que ainda sinto mais o quanto a elevação da Consciência passa por aqui.
Às vezes denoto que as pessoas não têm tempo para se dar aos outros – nem para responder a mensagens ou sequer estender a mão. Estão tão embrulhadas na sua própria vida, na sua própria dor, nos seus próprios desafios, que todo o tempo voa… Mas, digo-vos eu que, no fundo, há tempo sim, quando realmente algo que nos saí da Alma…

Agora, aqui em Portugal, estar ao VOSSO LADO a Estender a Mão a famílias que estão a precisar de nós, deste nosso movimento, está a ser MARAVILHOSO.
O quanto já temos conseguido fazer, JUNTOS, mesmo sem sermos qualquer tipo de Instituição nem termos verbas de apoio!
Já ajudámos famílias em diferentes concelhos de Norte a Sul do país. Identificámos pais com filhos pequenos e no desemprego. Mães, grávidas, uma ou outra em gravidez de risco, com outras crianças em casa e sem forma de sustento. Famílias com pouco, às quais, o pouco que lhes podermos dar, faz sem dúvida a diferença… Já, inclusive, ajudámos uma família que estava a ser despejada, a conseguir uma nova morada, paga por nós… Entre tantas outras situações que continuamos a sinalizar.

Já são mais de 250 pessoas a doar, essencialmente, o seu TEMPO e AMOR, na PRÁTICA, pelo que os grupos de ajuda já estão em movimento em:

Porto
Gaia
Gondomar
Maia
Matosinhos
Braga
Santo Tirso
Santa Maria da Feira
Ericeira
Odivelas
Loures
Lisboa
Cascais
Oerias
Aveiro
Alcochete
Almada
Setúbal
Sintra

Também tu podes ajudar e trazer-nos um pouco de ti.

Como?

1x por mês e há 5 formas de ajudar. Podes escolher mais do que 1 delas:

1) com alimentos (saudáveis), papel higiénico e afins – irei apresentar-te uma lista de sugestões, após a tua inscrição. 

2) a ficar nos pontos de recolha. 

3) na criação artística de cabazes e cestos (o “cabaz”, onde colocaremos os alimentos) – por exemplo, decorar caixas de cartão com Mandalas, construir um cesto grande de pasta de papel, entre outras ideia criativas para “cestos” ou “cabazes”. 

4) na distribuição dos alimentos.

5) a sinalizar famílias que + precisem. 

E o que está desde já a acontecer? 

E que BOM movimento este. Arrepia de alegria, de gratidão. 🙏🏻
Tenho dormido 4 a 5h por dia para dar resposta a todas as frentes, entre 5 filhos em casa, consultas, alunos, obras e mil e um projetos. Deito-me cansada, sim, mas deito-me MUITO feliz.

É maravilhoso poder sentir e constatar que estas pessoas – as que se inscreveram para ajudar – já não estão focadas nas notícias do telejornal, em desespero, a vibrar no medo… Nos últimos dias, com TANTO MOVIMENTO BOM, elas têm vibrado em Amor, em entre-ajuda e em, de forma PRÁTICA, redirecionarem a energia que têm para ações realmente úteis.
Além disso, a gratidão expressa na cara de quem recebe as ajudas, é de um valor incalculável.
Só por isso, podem ter a certeza que Vale MUITO A PENA.

Por isso, digo-vos e repito:
OBRIGADA por todo este movimento do BEM, pois é REAL. Está a acontecer!

Vamos a isso?

Próxima data: 14 de Março

Inscreve-te aqui