Segue o Teu Coração – 65 Dias de jornada (2a edição)

This content is protected, please login and enroll course to view this content!

1 thought on “Detox”

  1. sara cristina jesus da gloria.gloria

    1. Sempre senti que deveria trabalhar mais aprofundadamente as questões do coração dado que tenho uma história de infância que revela uma tristeza e falta de alegria de viver. Apesar de já ter trabalhado este assunto, sinto que ainda posso ir mais fundo neste tema, que ainda há algo para curar. O que me motivou foi a tua simplicidade e a verdade que sinto que vem de dentro de ti. Gostei da ideia do compromisso dos 65 dias!

    2. Não sabia que a vida ía mudar tão rapidamente, o que me fez começar o curso no dia do funeral da minha avó. Estive o melhor que pude e posso dizer que foi uma lufada de ar fresco nesse dia…

    3. Creio que foi mesmo trabalhar o coração, a abertura do coração. Curar feridas e mágoas do passado.

    4. A semana que mais gostei foi mesmo a primeira. Era tudo novo, o bochechar, o shot, o batido … tudo contrário à alimentação macrobiótica que pratico. Sentia-me emocionada por algo novo, mas também com resistências! Confesso que essa semana me senti mais viva, mais desperta, nunca tinha estado uma semana sem gluten. Foi uma ginástica muito positiva!
    Eu gosto muito de desafios e de compromissos, e o inicio de algo novo é a minha fase preferida!!
    Também gostei da semana do perdão e de ter tido consciência que um assunto tão antigo ainda ocupava lugar em mim. Hoje sinto-me muito mais livre dessas emoções e apegos a essa pessoa.
    Emocionou-me muito a meditação da semana 8, achei a mais bonita de todas, a que me fez sentir mais viva.

    Confesso que com o passar das semanas me fui desligando e relaxando com alguns aspectos. Mas cumpri mesmo as meditações e os shots/batitos. Os chás não consegui encontrar dois deles…

    5. O que mais gostei foi das aulas ao vivo, das meditações guiadas por ti durante a aula.

    6. A tua autenticidade e simplicidade. O teu exemplo de seguires mesmo aquilo em que acreditas.

    7. Se houver um 2º nível gostaria de abordar mais a fundo questões relacionadas com os 3 primeiros chakras, com a nossa ligação à terra. Há pouco tempo apercebi-me que rejeitava a vida. O acordar de manhã, o viver, era uma obrigação. Só mais ou menos há um ano comecei a descobrir a magia de viver. Mas sinto que ainda há trabalho aí para fazer.

    Gratidão profunda Lisa!
    Espero que nos cruzemos novamente,

    bem hajas,

    Sara Glória

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *